BrazilJS - Mobile HTML5 por Maximiliano Firtman

Cobertura do evento

Confira o que rolou no evento
Brazil JS

O argentino Maximiliano Firtman, o cara entre nós e nosso almoço, como ele mesmo definiu, já trabalhou na Adobe e Nokia. Em sua primeira vez no Brasil, apresentou uma palestra bem humorada que chamou a atenção de todos os participantes.

Max já escreveu vários livros sobre mobile JavaScript e no final do ano irá lançar seu último livro pela editora O’Reilly chamado Programming the Mobile Web.

Mantenedor do site mobilehtml5 e criador do iWebInspector, ferramenta de depuração remota, ele é atualmente chamado de Godfather da web móvel.

Ele cita que 5% dos desenvolvedores web realmente desenvolvem, 40% deles tem a intenção de desenvolver e o restante não sabe nem por onde começar. É como andar em um campo minado, segundo Max.

Desenvolver web móvel não é a mesma coisa que desenvolver web desktop, é necessário reaprender algumas coisas, pois existem zilhões de plataformas móveis diferentes para se lidar.

O grande problema é que, além de ser diferente, ainda existem divergências entre padrões e redes lentas , e isto não só no Brasil como no mundo todo. E além disto, temos os chamados pseudo browsers que nem executam JavaScript no aparelho.

Público Alvo

Algumas estatísticas mostram que a grande maioria do público americano usa iOS seguido de Android. Já no Brasil, o Android é líder, seguido de, acredite se quiser, Symbian S40 da Nokia, alguns desconhecidos e logo a seguir iOS. Evidenciando a importância de se estar atento ao público alvo.

Native VS Web

Ninguém tem a resposta. Você vê o browser como plataforma, os clientes não sabem o que querem e cabe ao desenvolvedor o que é adequado a cada caso. Não existe taxonomia neste caso. Ninguém sabe realmente o que é uma native app, web app, hybrid app… e nem mesmo o que é HTML5.

“typeof html5 != boolean” - Max

Algumas funcionalidades tem suporte, outras funcionam somente em alguns browsers e algumas são totalmente experimentais. As APIs de JavaScript sofrem do mesmo problema. Existem muitas funcionalidades mas nem todas servem para a sua aplicação.

Fragmentação

A plataforma mobile é recheada de tamanhos de tela diferentes, aspect ratio, densidade de pixels e testar tudo isto é um problema. Não há documentação oficial de qualidade dos fabricantes e muitas das descobertas vêm da comunidade.

Então, o que usar para desenvolver?

Podemos utilizar remote web inspector, atualmente disponível para browsers mais modernos, ou:

Futuro

Podemos esperar para o futuro próximo, além da morte do Android 2.x, APIs web nativas, mais segurança, APIs de áudio web, detecção de voz, web NFC e muito mais.

Últimas dicas

Max finalizou sua apresentação com alguns conselhos, como, não seja mais um na multidão, performance é importante, tenha boas práticas, não seja um fanático, seja multi plataforma e futurefriend.ly. Além de:

Use jQuery com cuidade em mobile - Max